O cultivo de curgete em vaso pode parecer um desafio, sobretudo se é um jardineiro urbano principiante. No entanto, posso garantir que é uma das hortícolas de fruto com maior produtividade, se lhe garantirmos todos os
cuidados de manutenção importante e depois, comer curgetes cultivadas por nós vai ter uma gratificação e sabor sem igual. Neste artigo encontra um guia detalhado das condições e truques de cultivo da curgete, desde a plantação até ao tratamento de pragas e doenças mais comuns.

  • Condições e calendário de cultivo da curgete

    ➢ Luz solar: muito sol (exposição direta com mais de 6h00 de sol por dia)
    Volume mínimo para plantar em vaso: 30 litros / planta
    ➢ Temperatura ideal: variável entre 15-25 ºC (temperatura máxima de 35 ºC
    e mínima de 10 ºC)
    ➢ Rega: regular para manter o substrato húmido, mas sem encharcar
    ➢ Semear: de preferência em viveiro a uma profundidade média de 3 cm
    ➢ Transplantar: quando a planta tem entre 3 a 4 folhas completas.
    Temperatura ideal para transplantar são 20 ºC.
    ➢ Associações favoráveis: alface, rúcula, rabanete e feijão
    ➢ Associações desfavoráveis: pepino e couves
  • Calendário de cultivo da curgete
    ➢ Semear em viveiro: Inverno até início da Primavera (dezembro a março)
    ➢ Semear direto na horta: durante a Primavera (março-maio)
    ➢ Transplantar na horta: durante a Primavera até ao início do Verão (março
    a junho)
  • Colheita*: Desde o fim da Primavera até o Outono (de maio a outubro)

Se tiver feito uma sementeira antecipada durante os meses mais frios (janeiro/fevereiro), pode ser necessário transplantar para um vaso maior em altura de frio, ou com risco de geada. Nesse caso, deve ter o cuidado de proteger as mudas de curgete com estufa até à altura de plantar no local definitivo. A partir da Primavera, pode ser semeada em local definitivo.


Cuidados na sementeira e transplantação

Se tiver a temperatura ideal (aproximadamente 20 ºC), as sementes de curgete germinam com alguma rapidez (entre 5 a 7 dias). Quando as sementes germinam, é aconselhável dar-lhes algumas horas de luz solar direta por dia. Isto favorece o seu crescimento e faz com que se habituem ao sol, evitando que girem à procura da luz ou fiquem estioladas (caules demasiado compridos).
Podem ser transplantadas quando o risco de geada já tiver passado e tiverem entre 2 a 3 folhas. Durante o processo de transplantação devemos evitar mexer nas raízes, por isso se tiver semeado mais do que uma muda no mesmo vaso, será preferível cortar uma das mudas (utilizando a tesoura) ao invés de a arrancar. Escolha um vaso grande (com mais de 30 litros) e um substrato adequado para horta. Se for biológico melhor. Pode utilizar a gama de substratos ricos em matéria orgânica, para horta bio da Nutrofertil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *