Ao contrário do que possa pensar por estar nesta época do ano, existem plantas de temporada cheias de cor e de flores. É o caso da prímula.

Prímulas ou Pão e Queijo

prímula, também conhecida como pão e queijo, é um género de plantas da família das Primulaceae. Destaca-se por ter folhagem, ser de crescimento lento e pelas suas flores de cinco pétalas muito bonitas e de aroma agradável.

Atualmente, há prímulas vermelhas, cor-de-rosa, amarelas, brancas, etc. Dependendo da espécie, (o género abarca mais de 500), a tonalidade pode variar.

As espécies mais comuns e comercializadas são a Primula
obconica
 e a Primula acaulis. Mas em que é que se diferenciam estas duas variedades?

  • Prímula obconica: possui flores de cores chamativas e nascem dos caules localizados numa roseta basal. Dentro do género, é a melhor para plantar em divisões interiores.
  • Prímula acaulis: apresenta folhas mais grandes que a anterior e pode ser de mata baixa ou de mata alta. Também se denomina Primula vulgaris ou Barral. Pode cultivar-se tanto no interior como no exterior.

As características mais destacadas da prímula

As plantas que pertencem a este género tão colorido têm uma folhagem muito abundante. Como mencionado anteriormente, as suas folhas são perenes ou, dito de outro modo, mantêm-se verdes durante todo o ano, mesmo na época de seca.

Se quer que o seu jardim seja não só colorido, mas também verde, seja em que temporada for, a prímula pode ser a opção mais adequada.

A folhagem, além de perene, é rugosa e de cor verde amarelada.

As prímulas nascem a partir de sementes e têm um porte para o pequeno (no geral não superam os 40 centímetros).

O cultivo da prímula: Cuidados de que necessita esta planta

  • Localização:
    a prímula, seja a espécie que for, deve localizar-se numa zona fresca e luminosa evitando sempre o sol direto caso seja uma planta de interior. Se a conseguir localizá-la num lugar com estas características, irá conseguir uma floração mais duradoura e pausada.
  • Regas:
    as regas devem ser abundantes, mas deixando secar a terra entre cada rega. Assegure-se de que o substrato é capaz de drenar a água. Um excesso pode ter resultados catastróficos.
  • Deve-se manter o substrato sempre húmido (mas não encharcado).
  • solo ideal para a prímula é fértil.
  • Multiplicam-se por sementes.

Como vê, a prímula é uma planta muito simples de cultivar, basta ter em conta uns par de fatores para conseguir um bom desenvolvimento da espécie.

Fonte: tudohusqvarna

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *