Os pepinos são um vegetal que pertence à família de cucurbitáceas, como o melão e as courgettes. Às vezes, podem sofrer deformações dando origem a pepinos curvados ou torcidos e vamos ver quais as causas para isso acontecer.

Tripes

As tripes raspam o pepino em tenra idade o que provoca uma torção.
O dano ocorre quando os pepinos têm apenas 1 ou 2 cm.
Devemos usar armadilhas cromotrópicas para combatê-las.
Também temos a possibilidade de usar inimigos naturais como Orius sp e Amblyseius sp, que são um inseto e um ácaro predadores.

Ácaro branco

Eles dão aos frutos uma aparência oleosa e brilhante e muitos deformam-se.
Mas uma vez observados os sintomas já temos os danos causados, o que devemos fazer é prevenir com tratamentos à base de enxofre.

Excesso de produção

Se a planta está carregada com muitos frutos, pode causar uma deformação na maioria deles.
Devemos evitar a utilização de fertilizante em excesso para que isso não aconteça.
Os principais sintomas são um afinamento das cabeças, abortos florais contínuos e torção dos frutos.

Má nutrição

O pepino requer uma quantidade significativa de nitrogénio e potássio para a sua produção.
Os principais sintomas são plantas finas com folhas pequenas e entrenós alongados. Floração pobre e mais abortos florais do que o normal.
Para saber o que as plantas precisam, é melhor analisar os nutrientes no solo e nas folhas.
A proporção de nitrogénio e potássio deve ser mantida em 1:1 antes da colheita e depois em 1:1,2.

Falta de água

Quando falta água, quase todos os pepinos “morrem” ou encolhem.
Na ausência de água é comum que as extremidades mais estreitas, devemos verificar se a rega está a funcionar.
Às vezes estas podem queimar, produzindo as mesmas manchas que quando há alta humidade.

Frio excessivo

O pepino é sensível a temperaturas abaixo dos 10ºC.
Além disso, quando a temperatura cai abaixo dos 5ºC, os pepinos podem rachar.

Desenvolvimento de gavinhas

Os pepinos desenvolvem gavinhas para conseguirem trepar.
Às vezes elas enrolam-se no fruto, causando estrangulamento e fazendo o pepino deformar.
Devemos remover as gavinhas quando estas aparecem, evitando que isso aconteça.

Trabalho cultural inapropriado

Devemos fazer as tarefas culturais de guiar a planta com cuidado para evitar danificar os frutos.
Se o fruto for guiado pelo fio, é provável que fique deformado no futuro.

Apoio do fruto nas folhas

Se os pepinos se apoiarem nas folhas, é normal que eles acabem por torcer.
Muitas vezes eles apoiam-se na união da folha e do caule, ficando ali encaixados.
Devemos mover os frutos antecipadamente, para evitar que isso aconteça.

Calor e baixa humidade relativa

Quando a humidade relativa é inferior a 50%, a cultura murcha.
Não devemos regar apenas por baixo, mas através do ar, pulverizando-o.

Sais no solo ou na água

É sensível aos sais que podem estar no solo se for uma terra à beira-mar ou se a água fornecer muitos sais.
Altos níveis de condutividade elétrica causarão distorções e baixa produção.
Se os sais vêm do solo, recomenda-se regar em excesso para baixar o nível.
Se eles vêm da água, é melhor procurar outra água e misturá-las.

Há muitas razões pelas quais os pepinos podem ficar deformados, é uma questão de observar os detalhes e atuar a tempo.

Fonte: Agrozapp